31 outubro 2009

AQUI OS VENCIMENTOS NAS FREGUESIAS .

(lavradio 12185.barreiro7837.seixalinho 18618.verderena10245.andré 10402.palhais 1288.charneca 9636.coina 1600.)




Boa noite .

QUANDO O ELEITORADO DÁ UMA MAIORIA ABSOLUTA É PARA SE AFATIAR O PODER?

I

Os barreirenses entenderam renovar a confiança ao actual presidente da Câmara, e ao seu partido, o PCP, num segundo mandato, reforçado com uma maioria absoluta, inequívoca, que esvaziou os restantes partidos.

Com o desejo expresso, do poder absoluto vir a distribuir vereadores à oposição, a Cidade questiona-se:


É legitimo defraudar as expectativas dos barreirenses que retiraram vereadores à oposição, virem depois contrariar esta aspiração e partilhar poderes com quem o eleitorado não confiou ?


Em política não há bondade, e o PCP não foge à regra, então há uma explicação possível:


Se o Barreiro Novo em Obra parar, e não descolar do Barreiro Novo que Esteve em Obra, a responsabilidade em 2013 é para ser partilhada por todos?

II

Se os cabeças de lista do PS e do PSD não “tinham” capacidade para governar a autarquia, vão ser diferentes como súbditos?


O ganhador sem truques deverá assumir a totalidade dos destinos da Autarquia. Foi este o sinal dos barreirenses. Em 2013 demonstrará do que foi capaz.

Não haverá desculpas, para as deficiências, de que nem todos vereadores são do partido.


III

Corre o boato na Cidade, que os autarcas do pê cê entregam o seu vencimento na totalidade ao partido.


O problema é deles, no entanto, é bom esclarecer, que o valor da dádiva

(obrigatória? A ser verdade não comprometerá a capacidade intelectual dos envolvidos?)

entra sempre na “cálculo contributivo”, ou na actualização das reformas já existentes dos reformados eleitos.

Ninguém fica a perder com o negócio.

IV

No titulo hiperligação para ficar a conhecer os vencimentos dos autarcas e tire as conclusões que bem entender.

(Concelho 71.811 inscritos. lavradio 12185.barreiro7837.seixalinho 18618.verderena10245.andré 10402.palhais 1288.charneca 9636.coina 1600.)

Uma delas a democracia ser muito cara, para a péssima qualidade do serviço que prestam.

Não se poderia fazer mais e melhor, com menos poleiros ,e menos gente ?



Boa noite.


30 outubro 2009

SARAMAGO É UM INCOMPREENDIDO , COMO HOMEM, COMO POLITICO, COMO ESCRITOR, COMO ATEU, COMO ANTI-SEMITA … QUANDO ABRE A BOCA !


I

Volto de novo ao tema de Caim, pelas provocações mefistofélicas de Saramago aos “irmãos em Cristo”, à Bíblia ,a Deus, e à “estúpida ignorância “ dos medias a confundirem-nos a legitima liberdade de expressão com o mau carácter do homem de mão do “partido”, e da personagem principal da história suja no DN do PREC.

Como escritor, ele é o que é. Vale o que vale. Um amado e odiado como todos os que escrevem, mas, nunca a história o aceitará como um Salman Rushdie , do cristianismo e catolicismo, como ambiciona.

Nas suas estudadas e planeadas provocações, que não me atingem, está continuamente presente o seu ódio visceral, acriançado, demente, aos judeus e a Israel.


Confunde e mistura intencionalmente mentalidades
(segundo A.J. Saraiva, uma disposição a resolver os problemas segundo certo encadeamento ou ordem de razões ) doutrinas e ideologia.

Saraiva dá dois exemplos das diferenças entre estas :

Há o ensino da doutrina de Cristo; mas há a ideologia cristã, que supõe a igreja , corpo místico de deus.
Um segundo exemplo: Há a doutrina de Marx, mas hás a ideologia “marxista-leninista” .


Termina Saraiva: toda a ideologia tem de ser uma ortodoxia. Por estas e outras razões uma ideologia é totalizante e sempre anti-cientifica.


Este Nobel da literatura, não passa de um apóstolo da retórica anti-semita .

Consulte-se as páginas do seu “famoso” blogue, agora editado em livro, e constar o ódio da sua escrita cega, para que o escritor não nos mereça respeito enquanto não aprender a se dar ao respeito, para ser respeitado.

II

De tribus impostoribus
O ateísmo de Saramago não descobriu nada de novo, e muito provavelmente bebeu no Traité des trois imposteurs: Moise, Jésus, Mahomet/L´esprit de Spinoza.

Desconhece-se desde o século XIII a paternidade desta obra polémica, sabe-se que o papa Gregório IX acusou Frederico II, em 1239, de blasfemo por defender que Moisés, Cristo e Maomé não passavam de três grandes impostores:


“ Há três religiões… uma das quais é impossível, é o cristianismo; uma outra é uma religião de crianças, é o judaísmo; a terceira é uma religião de porcos, é o islamismo”;


“neste mundo, três indivíduos corromperam os homens, um pastor(Moisés), um médico (Jesus) e um cameleiro (Maomé). E este cameleiro foi o pior escamoteador, o pior prestidigitador dos três “.

Uma obra para gente madura e crescida, para se entender o homem e a religião - para além das religiões e dos homens - não sendo necessário humilhar ninguém pela sua crença, ou descrença, legitima a que todos temos direito.

A ideologia comunista não pensa assim.

Crê-se que o Traité nunca foi editado na língua portuguesa até ao aparecimento do Tratado dos três impostores: Moisés, Jesus, Maomé/O espírito de Espinosa, pela Assírio Bacelar em 2004, ISBN 972-699-754-2.



III

“Uma coisa é Saramago defender o seu pensamento livre.


Outra é o modo como o faz.

Com acidez, arrogância, intolerância e sectarismo extremos.

Pretensamente autodotado de uma superioridade intelectual e moral desde que foi galardoado com o Nobel, acha-se pateticamente acima dos outros.


Por isso, não argumenta, agride. Não opina, sentencia. Não confronta, insulta. Não esclarece, obscurece. Não convoca, provoca. Não fundamenta, opta pelo fundamentalismo.


O curioso é que, depois de tudo o que diz e escreve com a liberdade de que, aliás, felizmente dispõe, estranha as posições de quem o confronta.


Nada que me espante, sabendo-se do modo como tratava os delitos de opinião”, por exemplo, quando foi director de um jornal…”

O A.B.F. entendeu ficar por aqui ,mas, ( público de 24 do corrente, pag.36), eu vou explicar-vos!

Boa noite.




24 outubro 2009

SE A BÍBLIA FOSSE APENAS UMA REPORTAGEM, E CUNHAL DISCORDASSE, NÃO TERIA SAÍDO NO DIÁRIO DE NOTICIAS EM ABRIL DE 1975 COM SARAMAGO SUBDIRECTOR.

I

Com o passar do tempo uma boa parte dos portugueses compradores de um carro em segunda mão nunca recorreria ao Nobel Saramago, se este tivesse o seu à venda por uma pechincha, estacionado no Campo das Cebolas, à porta da "sua" Casa dos Bicos


(Fundação de que a Dona Pilar é Presidente , num monumento nacional construído em 1523 por D. Brás de Albuquerque, entregue de mão beijada em 2008, pela Câmara Municipal de Lisboa a mando do PS, BE, Cidadãos por Lisboa e PCP, contrariado pelo PSD e movimento Lisboa com Carmona.) .

II

Não me parece tema digno, dois mil anos depois, a leviandade de se questionar a Bíblia e as suas malfeitorias feitas à humanidade, não se apreciando a sua capacidade, intrínseca, em roubar freguesia de ansioliticos, e outros antidepressivos, à indústria farmacêutica e pacientes à medicina psiquiátrica, mesmo que a encarem como um livro histórico/religioso que dá a conhecer a mentalidade dos povos antigos.

Seja o que for, não é Saramago que nos vem envergonhar de termos uma.

Por isso tenho em casa, não uma, mas três:


Uma evangélica.
Outra, tradução da bíblia americana na versão inglesa, em português.
E uma terceira, a Nova Bíblia dos Capuchinhos, numa edição para
ricuuus de colecções Philae

“numerada, encadernada em pele, inteira, à antiga, com lombada arredondada, titulada a ouro e com nervuras. No interior, a cabeça e as seixas douradas a ouro fino, a ferro e à mão, sublinham as sumptuosas guardas de cetim púrpura” .

Por tudo, e mais alguma coisa, é a minha preferida.

Também tenho uma edição de 1980 do Alcorão , leio-o , como leio-o o dicionário do judaísmo português que não substitui a Thora, mas serve, até lá.


III

Tenho outras religiosidades como “O Capital “ de Marx, “sagradas escrituras” de Lenine, de Trotsky, duas ou três edições do venerável livro vermelho de Mao, diversos escritos sagrados do grande líder Kim Jong-Il, a “A história me absolverá “ e o “Rumo à Vitória".

Para esclarecimentos in loquo, destas leituras, utilizo os imprescindíveis:

“O Livro Negro do Comunismo”,

“O Arquivo de Mitrokhine – o KGB na Europa e no Ocidente – “,

“Os Aquários de Pyongyang “,

uma discrição em pormenor do terror do regime comunista na Coreia do Norte.

É suficiente.

Chegou a vez da editorial Caminho

(ex-empresa do universo empresarial do "partido" agora nas mãos do capitalismo da Leya)

colocar-se ao serviço da democracia e aproveitar a imaginação criativa do seu Nobel, na arte da escrita e na “declinação barroca e do recurso a parábolas e alegorias” , e desse a conhecer a dimensão real dessa tragédia humana do século XX que suplantou os terrores bíblicos e do seu Deus ainda mais terrífico.


III

Por enquanto fala-nos de Deus e da Bíblia, do velho testamento, não nos admiremos quando divulgar

(com pompa e circunstância acompanhado do habilidoso do velho Zeferino a seu lado link no titulo)

que o Diabo fala com ele na sua missão voodoo , ditada das trevas, em concorrência com a filha de Solnado que fala com o Filho de Deus, e que não consegue vender tanto, até lhe explicarem a importância de ter um Zeferino e compreender as coisas do marketing -jacobino em Portugal.





Boa noite.


20 outubro 2009

HOJE NÃO ME APETECE FALAR DO NOBEL JAVARDO- SARAMAGO. TALVEZ AMANHÃ.

I


O BE no Barreiro não passa de um equivoco. Aliás, como todos os outros.


Este B€ agarrou-se ao decrépito Barreiro Velho como lapa, queriam “dinamiza-lo”, porque andava triste. Diziam!


Então deram-lhe, durante quatro anos, arraiais macacadas fadunchos sardinhadas bejecas colaram azulejos com quadras ditirambas e uma feira da ladra que não é mais do que um espectáculo triste do elogio à preguiça feita com gente que vem de fora. É ir lá para ver.


Não vai longe o tempo em que este B€ desprezava - e despreza a propriedade privada no Centro histórico – para se colocar ao lado dos abusadores na ocupação de casas, assistindo impávido e sereno ao continuado roubo de água e electricidade sendo um dos responsáveis ao estado a que aquilo chegou.

É ir lá para ver.


E não passaram muitos anos da “exigência revolucionária ” à autarquia, em 2001/2002, que reconstruísse com dinheiros públicos o 22 de Novembro!


Um provinciano “Clube de elite” (desaparecido há uns anos num incêndio) de pretensiosos Barreirenses, que não se queriam misturar com a malta da ganga azul , nos tempos da ditadura .


Também não foi uma surpresa, esta gente desconhecida aproveitar-se do nome do Barreiro Velho, para tirar dividendos eleitorais aparecendo como candidatos nas últimas eleições autárquicas à Câmara e Assembleia Municipal.


Perderam. Com dois eleitos na Assembleia Municipal é o mesmo que dizer que não os querem lá.


Agora, estes revolucionários sem revolução andam muito preocupados com o crescimento do CDS no Barreiro, "tanto nas autárquicas como nas legislativas".


Será que o CDS
(ou qualquer outro partido ,como o anarca do BE , o MRPP , PNR, ou o PPM ) não tem legitimidade (no estado democrático) de existir e ser poder se assim o eleitorado o entender ?


II


Nesta terra dita de Abril, fadada pela pouca sorte com os seus políticos, vê-os com falta de coragem a mandar farpas/recados uns aos outros - e aos seus partidos – utilizando os elogios!


Passaram quatro anos a tratarem-se mal uns e a desconsiderarem as instituições, no fim acabam todos amigos!


III


Nem tivemos tempo de colocar o post e ele já estava sentado na assembleia da república.


Um caso estudo , na distancia mais curta entre duas cadeiras , nunca é uma recta.


IV


Cláudio Torres:
Teve muito interesse a conferência subordinada ao tema “A Margem Esquerda do Estuário do Tejo – Proto-Industrialismo nos séculos XV e XVI”.


A sessão, no Convento da Madre de Deus da Verderena, encheu para ouvir o especialista, Honoris Causa pela Universidade de Évora, cujo trabalho de investigação lhe valeu os prémios “Pessoa”, em 1991, e “Rómulo de Carvalho”, em 2001.


Até aqui, tudo bem.


Quem não assistiu e leu o ROSTOS online ficou a saber que Cláudio Torres "disse":


A importância do Mar da Palha

"Lisboa não tem lógica naquele local sem o Mar da Palha. O Tejo”, referiu.

Por ser, na época, a via marítima a mais rentável, as “estradas aquáticas” do Tejo, “onde se processava a actividade económica”, apresentavam-se como a opção mais atractiva em termos financeiros e eficaz na celeridade do transporte.


“Estamos num depósito piscícola que foi um dos maiores do mundo”, reforçou, ainda, sobre a riqueza da zona.”

Pareceu-me ouvir:


“estamos numa das maiores reservas aquíferas do mundo?” ,


porque no estudo de impacto ambiental da TTT consta isto:


“ (…) dos últimos 5 milhões de anos um registo de 325 m de espessura, segundo uma sondagem realizada em 1955 para prospecção de petróleo.


Estes depósitos, fundamentalmente arenosos, constituem actualmente o maior reservatório de água potável do, país, que se estende de Grândola a Tomar e regista uma produtividade diária de 400 m3 por Km2. É o mais produtivo a nível nacional e considerado um dos maiores da Europa, sendo responsável por 99% do abastecimento de água na margem esquerda do Tejo “.


Da riqueza piscícola ou aquífera, aquífera ou piscícola … quem se importa com estas ninharias?


V


O Rostos online anuncia a próxima tomada de posse dos órgãos autárquicos do Barreiro.


Que foto escolheu para abrilhantar a noticia?


A do actual presidente!


Por que não optaram pela foto dos Paços do Concelho local significativo do poder local no seu todo?


Depois não digam que não fomentam o culto da personalidade responsável pela maioria absoluta.


Começam cedo!





Boa noite.

17 outubro 2009

NOITE DE COOLTURA . BARREIRO NOVO QUE ESTEVE EM OBRA. SÁBADO CINÉFILO.

FILME NO TÍTULO


DOIDAS, DOIDAS, DOIDAS ANDAM AS GALINHAS

PARA PÔR O OVO LÁ NO BURAQUINHO

RASPAM, RASPAM, RASPAM

PARA ALISAR A TERRA

PICAM, PICAM, PICAM

PARA FAZER O NINHO

ARREBITA A CRISTA O GALO VAIDOSO

CÓ-CÓ-RÓ-CÓ-CÓ

CANTA REFILÃO

E TODO EMPROADO COM AR MAJESTOSO

É O COMANDANTE DESTE BATALHÃO

DOIDAS, DOIDAS, DOIDAS ANDAM AS GALINHAS

LÁ LÁ LÁ … LÁ LÁ LÁ…LÁ LÁ LÁ…. LÁ LÁ


GALINHAS ANTI FASCISTAS.





video

DISTRAIR AS GALINHAS .




video

MAIS MÚSICA ... MAIS OVOS.

video

XIXI ... GALINHEIRO !

BOA NOITE.

16 outubro 2009

UMA CONSPIRAÇÃO DE ESTÚPIDOS.


I

De catorze deputados, nas legislativas de 2005, passaram para quinze em 2009 mais o ganho de catorze mil votos. Aqui perderam 881 votos.


De terceira passaram para quinta força, a última posição; perdem a vice-presidência da Assembleia da República conquistada em 2005 e ficam com menos uma cadeira à frente: têm agora duas na primeira fila do hemiciclo.


Em Setúbal o mapa é rosa.


Perderam quatro câmaras municipais: de trinta e duas ficaram com vinte e oito e
fugiram votos (de 11% em 2005 para 9,8% em 2009).


Desapareceu Beja. Setúbal é a única capital de distrito séria.

Aljustrel acabou. Sines passou para as mãos de um traidor.

Évora foi-se há muito.

Traíram os de Viana do Castelo, Vila Viçosa, Marinha Grande, Monforte e Sines.

Passaram a gajos porreiros os do Crato, Alvito e Alpiarça.

Representam a terceira força no mapa autarquico.

Depois de matarem os mortos vivos da oposição autárquica de 2009 o Barreiro agora é todo deles.

Parabéns!

O vídeo no titulo ainda não é daqui. Pouco faltará.

II

Trinta e cinco anos depois de Abril, nunca se assistiu a tanta mediocridade num despique autárquico como o de Outubro de 2009, a ficar na história do Concelho, como uma conspiração de estúpidos, a retirar brilho à maioria autárquica que eles conquistaram.

Destas eleições saiu uma maioria absoluta que não se via desde 1989.

O eleitorado não entregou levianamente, de mão beijada, o Barreiro ao camarada presidente do comité central.

O eleitorado teve medo da anarquia governativa, de cair nas mãos de uma conspiração de estúpidos.

Repetimos o que foi escrito há uns meses: seria preferível manter as coisas como estão, do que dar cadeiras a quem não as merece.

Foi o que aconteceu e foi isso que o eleitorado também concluiu. E bem.
Temos agora as muletas no desemprego e daqui a quatro anos não há desculpas.

III

Nesta conspiração de estúpidos pedem-se cabeças.

O habitual rolar de cabeças.

Só que neste caso não há cabeças; e se procurarmos, para fazer rolar qualquer coisa , no mínimo o que encontramos , são abóboras!

IV

O ganhador se distribuir pelouros aos perdedores demonstra fraqueza.
Deve assumir integralmente a autarquia e demonstrar do que é capaz.

Tiraria dúvidas a quem tem dúvidas.
Se demonstrar até lá que não tem só discurso nem sorte de principiante, tem mais um voto.

Os outros, com responsabilidades, que gozaram com os barreirenses, seria bom que não fugissem para São Bento.
Por outro lado, a invenção do independente que representou o partido socialista, deverá retirar-se por ser um estranho e de ter falhado os objectivos a que se propôs.

A sua função extinguiu-se. Terminou aqui.
Já não representa nada nem ninguém a não ser a si próprio. Se continuar não lhe fica bem.

V


Através do subtil ROSTOS online sabe-se que o Presidente não tem o seu telelé acessível a qualquer Um, mesmo que esse Um represente no Concelho do Barreiro, a terceira maior força legislativa na Assembleia da República.

“Pensa-se” quem atendeu o CDS/PP que é motorista … “que não foi muito bem delicado”.

Na mesma notícia ficou-se também a saber que o PSD tem o número directo do senhor presidente.

As Novas Opções Participadas Do Barreiro Novo Que Esteve Em Obra.

Boa noite.



10 outubro 2009

DOMINGO AUTÁRQUICAS VOTEM NAS GÉMEAS.

Para a Junta de Freguesia do Barreiro está decido.

O voto vai para um amigo, e para a filha de uma amiga a disputar a presidência, juntos na lista PS para acabar com a promiscuidade política de se confundir a Junta de Freguesia com a Câmara.


Para que servem os amigos?


II

Presidência da Câmara Municipal do Barreiro voto Malan


para a Assembleia Municipal voto Gatana


A Malan e a Gatana são duas gandasmalucas minhas amigas.

Conhecias aqui no
barreirovelho .


Depois das eleições, com mais calma, colocarei um post e ficarão a conhecer melhor

“ O estranho caso das boazonas que me entraram pelo barreirovelho a dentro “.
II


Estas gémeas são extraordinárias:


Recusaram a gamela Europeia. Não aceitaram as legislativas. Não têm um lugar no papo se perderem as autárquicas.

Não dependem de nenhum partido. Nunca tiveram partido ou andaram aos saltos de partido em partido a ver quem dá mais. Não têm emprego oferecido pelo partido.


Não trabalham na Câmara nem têm o pai na Câmara. Não são assessoras. Nem a mãe numa empresa municipal. Nem o tio numa Pública. Nem têm família em empresas partidárias.

Contam unicamente com a sua capacidade.

Nas suas listas não há amigos, vizinhos padrinhos madrinhas primos irmãos sobrinhos cunhados afilhados aparentados enteados. Nem o cão nem o gato.

Por ser coisa séria , só entrou quem comeu o pão que o diabo amassou.


III


Concluíram cursos superiores de valor e mérito para o engrandecimento da universidade e da sociedade em si.


Recusaram as licenciaturas das fotocópias.

Iniciaram-se no difícil mundo do mercado do trabalho a responder a anúncios e a aceitar dezenas de entrevistas e testes psicotécnicos e de personalidade.

A curta carreira profissional das gémeas já tem indícios auspiciosos de grande futuro, contudo entenderam sacrificar-se pela sua terra, depois de se aperceberem se vendassem os candidatos e os largassem em diversas zonas do Barreiro ,a maioria deles não dava com a casa, sem perguntar onde estava.

Pensam no Barreiro e em servi-lo em vez de se servirem.


Decidiram por si endireitar isto em quatro anos como se fosse um MBA ; depois retomarão a actividade profissional e enfrentarão de novo a “crise” e o desemprego.


Gandasmalucas !

Boa noite.



07 outubro 2009

EIS O RESULTADO DE UM BARREIRO NOVO A DESAFIAR O FUTURO.

COM MAIS MODÉSTIA, REALISMO , MENOS ARROGÂNCIA, GANHARÍAMOS TODOS.

I

Segundo relata o Público de ontem, que recorre a números do INE, o Barreiro perdeu população de 1991 a 2000/2001 e continuou em declínio de 1991 a 2008.

Nos próximos censos de 2011, constataremos a força centrípeta do Barreiro Novo em atrair, e agarrar, gente.

De 1991 a 2001 o Barreiro perdeu 7 pessoas em 100 ( 6,8%)

No mesmo período atraíram população:

Seixal + 28,3 %
Setúbal +23,6 %
Montijo + 8,7%
Almada + 6,4%
Moita + 2,5%

De 1991 até 2008, o Barreiro continuou a perder, aumentando o negativo para 20,2 %.

Se em dez anos perdeu 8 (em 100), com mais 8 anos em cima, passou a perder + 12 para os 20 em 2008!

Os vizinhos aumentam:

Alcochete + 77,6 % , seixal + 50,8 %, Palmela + 44,1, Setúbal + 35,3 , Montijo + 12,4 Almada + 9,5 , moita + 8,7 e o Barreiro , concelho da área metropitana de Lisboa , a competir entalado , entre Terras do Bouro , Alfandega da Fé , Proença – a - Nova ou Mora , no fim da tabela.

II

Quando eles dizem que o Retail Park, em Coina, vai criar 1300 novos postos de trabalho no Concelho do Barreiro, não quer dizer, que sejam postos de trabalho para o Barreiro.

Estas coisas ficam sempre numa neblina de grandiosidade napoleónica, para consumo interno, que não convence ninguém. Os resultados eleitorais falaram por si.

De quantos postos de trabalho beneficiámos com o Fórum Barreiro?

É curioso como o maldito do grande capital ajuda, e é desejado, “desafiando o futuro e projectando um Barreiro Novo “.

III

Para quando um Barreiro Novo que valha a pena viver ?

Está muito atrasado?


Boa noite.


06 outubro 2009

EL CABEZA DE LISTA À LA MUNICIPALES 2009 PONE CAMARADA PRESIDENTE CONTRA LAS CUERDAS.

LA VIDA HOY EN BARREIRO NOVO :

I

El futur alcaide , alto, encopetado, calvo, lacónico, vestido com un traje de chaqueta azulón, acostumbrado al anonimato , cuyos conferencias y sus frasecitas en prensa jornaleca algo inigmáticas constituyen, oy en el hombre del dia .

Mira que te lo tengo dicho …

Meu Deus !

Estarei apanhado ?

…a escrever em espanholito .
Já sei de onde vem esta espanholada .


II

Hoje remexi nos livros que estão junto ao tecto, numa das oitavas prateleiras ,com mais uns espirros , para reler a página 356 disto


Este es mi destino (Lenine escreve a Ines Armand em 18 de Dezembro de 1916. Foi publicado pela primeira vez em 1949 no Bolshevik ).

Campaña tras campaña contra las estupideces políticas, contra las ruindades, contra el oportunismo, etc.

Y así desde 1893.

En pago, el ódio de gente ruin.

Pero no cambiaria mi destino por la “paz” com esa gente ruin.

Isto vem a propósito, por ter chegado ao meu conhecimento por boa via , da perseguição / agressão verbal a uma mãe, velha comunista militante sempre pronta a responder à chamada - por outra “comunista” - pela “traição “ de ter a filha numa das listas do partido socialista do Barreiro às eleições autárquicas barreirenses do próximo domingo:

- Não tens vergonha da tua filha ?

- Teria vergonha da minha filha , se ela fosse uma puta ou uma ladra!

“… pero no cambiaria mi destino por la “paz” com esa gente ruin “

É tudo uma questão do destino, ou de predestinados, numa guerra santa que só existe na cabeça de alguns neste “combate à gente ruim do Barreiro” .


III

Não tenho muitas dúvidas que o candidato PS/B à Câmara é um homem bom como todos os outros candidatos.

Mas será que é um bom político?

É óbvio que em política, aqui no Barreiro, ele tem aquilo que se chama na gíria as primeiras letras.

Depois não o culpem por ser o grande derrotado de domingo!


Tem frases mutaloucas:


“ tenho disponibilidade e estou reformado “. “O Barreiro sem a ponte não vai progredir “ .“ não faz sentido fazer promessas sem conhecer a realidade financeira da autarquia “.

Engana-se:


ninguém vota em ninguém só porque está reformado e tem tempo livre ; quem tem tempo livre vai , entre outros locais, para a avenida do Bocage frente à PT jogar uma suecada .

Se alguma vez conhecer a situação catastrófica das finanças da Câmara não fará nada !

Porque:

Primeiro que a TTT precisamos de politicas novas ou de novas politicas.


É isto que um candidato da oposição deve oferecer. Criar esperanças!

Em política o caminho mais curto, entre duas cadeiras, raramente é uma recta.

Quem não sabe isto perde.


IV

Qual é coisa qual é ela que está em frente ao Fórum, tem 6 vértices, 9 arestas, 5 faces e duas bases, a irritar muita a gente, a lembrar a velha caixa de palitos?


Boa noite .


05 outubro 2009

Carlos Fernando Luís Maria Vítor Miguel Rafael Gabriel Gonzaga Xavier Francisco de Assis José Simão de Bragança Sabóia Bourbon Saxe-Coburgo Gota







Boa noite.

O APOGEU DO COBARDE: APRENDER COM NIETZSCHE (1844/1900).


Havia num partido um homem, que era demasiado medroso e cobarde para, alguma vez, contradizer os seus camaradas:

empregavam-no para todos os serviços, exigiam tudo dele, porque ele tinha mais medo da má opinião dos seus camaradas que da morte;

era um lamentável espírito fraco.

Eles reconheceram isso e fizeram dele, em virtude das circunstâncias mencionadas, um herói e, por fim um mártir.

Embora o cobarde, interiormente, dissesse sempre não, com os lábios pronunciava sempre sim, mesmo já no cadafalso, ao morrer pelas ideias do seu partido:

é que, ao lado dele, estava um dos seus velhos camaradas, que o tiranizava tanto pela palavra e o olhar, que ele sofreu a morte realmente da maneira mais decente e, desde então, é homenageado como mártir e grande personalidade.

In
Humano, Demasiado Humano (1886)


Boa noite.



04 outubro 2009

LEGISLATIVAS 2009: FREGUESIA DO BARREIRO ENGORDA CDS/PP! O QUE ISTO QUER DIZER?


I

Esta Freguesia perdeu em quatro anos, duas legislativas, 368 eleitores.


Passou de 8181 eleitores para os actuais 7813 e representa o centro do Concelho e da Cidade, dos senhores do poder e das Famílias “Políticas” que têm isto na mão há mais de trinta e cinco anos.


É a coqueluche do Barreiro Novo em Obra e comporta dois guetos:


Bairro das Palmeiras (ex-bidonville dos operários da CUF , vindos das berças e do sul inóspito, no primeiro quartel do século XX) e Barreiro Velho ( o coração e a memória colectiva dos barreirenses ,está aqui) .

Tem dez secções de voto:

Uma, no B.P. com 509 eleitores; seis, no B.N.O. com 4801 eleitores e três, no B.V. com 2503 eleitores.

II

Por assimilação, esta Freguesia votou sempre nas diversas esquerdas, mas, nas últimas Presidenciais de 2006,esteve agitada e colocou o actual presidente liberal em segundo lugar (depois de Lousã, Alegre ou Soares) a 1331 votos do candidato PC.

De uma legislativa para outra, rejeita em 2009 o crescimento das “suas” esquerdas (por estes lados não há partidos de direita à excepção do CDS!) e reforça o partido “fascista” de Paulo Portas com mais 113 votos (5,76%), um aliado do “fascista “ Sócrates que voltou a ganhar .

III

Como os outros emagreceram, nesta Freguesia, nas legislativas de 2009:

PS , - 363 votos ( ganha com 33,92%)
PC , - 171 votos ( 29,15%)
PSD , - 62 votos ( 14,49 %)
BE , - 10 votos ( 11,77%)

IV

1/No gueto do Bairro das Palmeiras o CDS passa de 5 para 6 votos.

2/No Barreiro Velho, o outro gueto, o CDS passa de 39 para 95, com um ganho de + 56 votos.

3/No Centro da Cidade passa de 153 para 191; + 56 votos para o CDS.

No total da Freguesia do Barreiro o CDS, único vencedor, passou de 179 votos em 2005 para 292 em2009 . + 113 votos !

Número insignificante, mas, numa terra como esta, tem mais significado do que a aritmética em si.

E quer dizer o quê ?

- que desdenham o Barreiro Novo em Obra do PC/B ?

- que repulsam o Barreiro Velho Vermelho do BE /B ?

- que detestam o populismo abjecto do PSD/B ?

- que “desprezam” o desprezo que o PS/ B dedica ao Barreiro ?

- que se estão marimbando para a TTT, para Abril e para os “antifascistas”, para o novo mercado 1º de Maio, para o Fórum Barreiro, para a nova Avenida Alfredo da Silva, para o Malangatana, para os grandes planos da Quimiparque, para o TGV, para a nova "Avenida do Mar" ?

- Ou que se estão cagando para o passado ?

VI

Por que razão esta Freguesia representativa do Concelho, despreza as “suas “ esquerdas e pede timidamente socorro a um pequeno partido de direita, de o ajudar a ser terceira força politica nacional, a dar sinais de se querer desgrudar de um qualquer pesadelo que a enlouquece no dia-a-dia ?

Entregue a si própria, com os seus medos , teria sido desprezada pelos partidos e pelos políticos, em quem confiava ?



Boa noite.


02 outubro 2009

HÁ DIAS, NEM DE ACORDO COMIGO ESTOU. HOJE É UM DELES.

I

Falaram-me da TVI 24 e dos seis ou sete candidatos à Câmara Municipal e de que aquilo tinha sido uma tristeza.

Não temos ninguém!

Tirando o mesmo de sempre, os restantes não conhecem o Barreiro.

Dizia-me um companheiro destas conversam em surdina; se saem da surdina é preciso ter cuidado com quem escuta: depois, chamam-nos fascistas que apoiaram o PS no Barreiro… ou que votámos no Portas para instaurar a ditadura e acabar com a liberdade.

- Tem calma. Não desesperes. Melhores dias virão.

Era o ânimo, conseguido, depois de ouvir um barreirense, dos que falam pouco.



II


Gostamos de comentar no
barreirovelho a política, os actos políticos, a ética política. Ideias e projectos políticos para o Barreiro.

Ouvimos as entrevistas, na medida do possível, dos vários candidatos no jornal Rostos. Aguardámos uns dias para apreciar as intervenções de todos eles num quartel de bombeiros.

Para além das arreliadoras intromissões dos altifalantes (… chama o bombeiro Chico ao comando tinoni tinonitinoni), no meio de vários fechares de olhos, provocado pelos sons monocórdicos dos intervenientes, não houve resistência quanto baste para nos aguentar até ao fim.

Nestas eleições autárquicas fazemos um esforço, mas, não conseguimos.


Estamos rodeados de ideias de merda por todo o lado.


III

Os cartazes Senhor!

Porque Fazes sofrer os Barreirenses?

As caras, dezenas, como nos arreliam.

As camisas. Com gola e sem gola.

A gravata com camisa. A camisa sem gravata.

O casaco com gravata . A gravata sem casaco.

O fato aristocrático.

O falso ar de self made men. A irritante self made woman.

O labrego e o importante.

Os estúpidos cartazes do homem da Xerox.

Os boys. As girls.


Todos, com a preocupação, de demonstrar ser aquilo que não são. E que nunca chegarão a ser.

Cartazes, com frases ou palavras soltas sem nexo, desprezam a inteligência e a pouca massa crítica da Cidade.

Não escrevo mais até domingo 11?

Depende!


Por agora, não resisto aos programas dos dois principais partidos PC e PS:


tantas ideias bonitas, em que ninguém fica em desacordo.

Reabilitam tudo até renovam o que está renovado. Uma maravilha de gente; culta, imaginativa.

Muito trabalhadora.

Quando lá estão não fazem nada que deixe marca, e o que fazem é manifestamente pouco, porque não têm dinheiro para mais, como lamentam.

Salazar não fez (nem fazia) melhor.

IV

Ontem 1 de Outubro, dia do idoso, autocarros dos serviços municipalizados do Barreiro foram a Peniche.

Talvez os leitores desconheçam, o Forte, de triste memória, faz parte dos passeios de domingo pelo património, do roteiro da Câmara:


“antiga prisão politica onde vários antifascistas foram detidos durante o estado Novo, e na qual teve lugar uma das mais aparatosas fugas. Este passeio será comentado por um antigo preso político”.

O esperto Valentim Loureiro, em vésperas de eleições autárquicas, distribui bilhetes para espectáculos de Tony Carreira.

Por que razão não entregaram ao candidato do partido socialista à Câmara Municipal

(vive em Palhais ,a única freguesia , das oito, que o PC ganhou . Macumba !)


esta coisa


que custa, mais ou menos, 5 €?

- Vamos descobrir a Avenida do Mar …. busca ,busca.

Quase ia na conversa, depois de um dos meus cães me chamar a atenção:

- Camarada Chefe , conheço palmo a palmo a zona ribeirinha!

( é assim que o mais velho me trata . Confianças no canil do igualitarismo de esquerda dos tempos do PREC !)

- Por estes lados só há mar de rio .

O mar mar mais próximo é o da Palha e para isso tínhamos de ir mijar a Cacilhas!

- Essa Avenida do Mar não existe no Barreiro?

- Se existe , mija minha não tem !

- Tá-se ?

- Tá-se !

- Então, todos à Avenida da Praia.


IV



Nestas condições é difícil escrever, sem que o

barreirovelho passe por maledicente com as candidaturas, ou uma qualquer Manuela Moura Guedes a perseguir o insubstituível, venerado e incansável presidente camarada do comité central.

Um drama!


Boa noite.


01 outubro 2009

COMO O ESTADO É FRACO E A SOCIEDADE CIVIL NÃO É QUALIFICADA, ISTO NÃO TEM VOLTA A DAR!


A Constituição Portuguesa é uma coisa de doidos!

Imaginemos o Presidente da República aplicar , ainda esta semana ,o nº 1 do artigo 187º

( O primeiro ministro é nomeado pelo presidente da república ouvidos os partidos representados na assembleia da república e tendo em conta os resultados eleitorais)


e nomeava o XVIII governo constitucional com os 78 deputados do PSD + 21 do CDS a perfazer 99 deputados , número superior aos 96 do PS ?

As razões:


O PR perdeu a confiança no primeiro-ministro do XVII governo constitucional porque este o escutava, e quem escuta uma vez escuta duas.

Por essa razão o PR nomeia um primeiro-ministro em quem confie.


Com regularidade teríamos o PR a presidir ao Conselho de Ministros


(e a respeitar a alínea (i) do artigo 133º: Presidir ao conselho de ministros, quando o primeiro-ministro lho solicitar).

Por consequência

(temos aqui um acerto de contas pelas circunstâncias do PR ter sido menorizado nos seus poderes com o Estatuto dos Açores e uma justificação/acusação do nervosismo atabalhoado das escutas)
entraríamos num novo regime Presidencialista, legal, (tipo francês) por força da constituição.

Imaginemos que Manuela Ferreira Leite aceitaria
(e Portas seu vice sem nada a perder) porque acredita no regime presidencialista

“ este texto deveria ser leitura obrigatória “

diz, ao compreender Medina Carreira

“ Perceber-se-á então quanto é negativo o semipresidencialismo num País decadente e notoriamente fora do tempo, carecido de organização, de persistência, de exigência e de responsabilidade.
Continuamos, afinal, no fio da navalha “.

In O DEVER DA VERDADE / Medina Carreira e Ricardo Costa (prefácio de M. Ferreira Leite) edição dom Quixote, Setembro 2007.

Entretanto as esquerdas, defensores acérrimos desta constituição, antes da dissolução da assembleia da república e de Dezembro, já tinham posto o País a arder!





Boa noite.