03 dezembro 2016

( 956 ) CARTAS DE CUBA ARRASA EQUÍVOCOS E FANTASMAS NA RESPONSABILIDADE MORAL DE JOSÉ SARAMAGO E OUTROS.


A “paixão”, como “idealismo” é uma panaceia que a esquerda prescreve, com o objectivo de se aliviar do peso da responsabilidade moral.

As palavras lúcidas de Roger Kimball de The Long March (in Esquerda Caviar/Rodrigo Constantino/Alêtheia/2015) pegam-se à panaceia publicada na Tribuna do El País de 14 de Abril de 2003:

Depois do “verão quente de 1975 (Saneamentos Políticos no Diário de Notícias de Pedro Marques Gomes/ Alêtheia 2014) José Saramago decide livrar-se de Cuba de Fidel em espanhol num jornal de Madrid , alijar “o peso da responsabilidade moral “ , demarcar-se dos destinos da ilha do parédon ignorando a Primavera Negra a Gestapo Vermelha as Damas de Branco os fuzilamentos os presos políticos . Um grande fardo para quem tem amigos deste quilate.  

“ Até aqui cheguei. De agora em diante, Cuba seguirá o seu caminho, eu fico.”

É muito provável, dado “ o aprofundamento da crise estrutural do capitalismo e a ofensiva do imperialismo”, que Saramago e o partido reflectissem optando pela máxima made USA:
“É UM FILHO DA PUTA, MAS É O NOSSO FILHO DA PUTA”.
Nas Cartas de Cuba [correspondência entre dois dissidentes de Ana Maria Lucas/Alêtheia/2014], Raúl Rivero poeta e jornalista cubano, um dos acusados em Havana, 4 de abril de 2003: “de péssima conduta por frequentar a companhia de antissociais”, foi condenado a 20 anos de cadeia mais setenta e quatro homens e uma mulher.
José Saramago, prémio Nobel da literatura de 1998 e membro do PCP o escritor da palavra “falada” o escritor-conversador [Os fantasmas e os equívocos de José Saramago/Jesus Herrero/planeta editora/2010] perante as repercussões das “detenções de 75 opositores e os fuzilamentos, mais ou menos por esses dias, de três homens que tinham desviado uma lancha em Havana “ desenvencilha-se com a escrita brilhante da palavra-falada: “Até aqui cheguei. De agora em diante, Cuba seguirá o seu caminho, eu fico”. Não passava de patuá.
Tempos depois este amigo pusilâmine (página 39) “esclarece “de que tudo não passara de “uma manipulação mediática “ e garantia:
“ Não rompi com Cuba. Continuo a ser amigo de Cuba, mas reservo-me o direito de dizer o que penso e quando entender que devo dizê-lo”.
“É UM FILHO DA PUTA, MAS É O NOSSO FILHO DA PUTA”.
A inequívoca amizade pusilâmine dos amigos de Cuba e do El Comandante tem garganta e fala grosso fora de Cuba. Com a morte do sanguinário comandante do parédon nada mudará.
O mundo será diferente, sim, sem o equívoco do igualitarismo de Obama - consciência da miserável primavera árabe.
Em Janeiro começa a era Trump. Lá e cá.




Fidel não perdes pela demora, a história te julgará,  filho-da-puta .

Bom dia.

01 dezembro 2016

(955) PENSANDO NA VITÓRIA DE TRUMP JULGANDO 1974 AUTÁRQUICAS 2017 NOTANDO UM BARREIRO SEM ELITES ENTREGUE A IDIOTAS.ATÉ QUANDO?


1 - Não aprecio muito o adjectivo idiota; a idiotice é uma doença a filha da putice não.

 Então, reformulo: Um Barreiro sem elites entregue a filhos-da-puta. Assim, já gosto!

2 -A derrota de Obama na forma de um Obama de Saias dá alento à democracia e à sociedade aberta contra o totalitarismo encapotado de Geringonças.

3 - Depois de quarenta anos de trabalho e quadro “superior”, a maior parte em multinacionais de primeira grandeza da indústria química (já sei … cagança!), entrar na reforma atirar a ferramenta ao poço não dar ordens mas também não recebe-las tornou-se um modo de vida e… aos sessenta e picos. Não foi fácil. Recordo satisfeito.Escrever é muito bom . Ler também.Compreender a história e a filosofia é muito melhor. 

BLOGO LOGO EXISTO ... para pensar .

4 – No blog [ que ocupava no Blogger o primeiro terço entre milhares de blogues]o meu primeiro post foi em Dezembro  há onze anos, anos de insatisfação mas de fortalecimento das convicções e muito graças aos meus queridos inimigos, compagnons de route, de uma vida. Quem não tem inimigos não tem nada. Graças a eles aqui, ali e acolá, sou muito do que sou. Sinceramente estou reconhecido. E é para continuar a escrever até Deus o permitir. Não é assim para todos? Que grande descoberta.

5- Em 18 Dezembro 2005 concluía o primeiro post assim:


6 - O barreirovelhoblogspot.com (depois. pt) foi dedicado à minha terra – onde nasci cresci e aprendi a andar e a nadar- e aos meus cães.

Aprendi muito com os meus cães, o Macuti o Óscar e o Miró, que o mundo é duro para quem é mole e também aprendi que, por vezes, a melhor defesa é o ataque.

Não esqueço o meu Lassy na Rua Aguiar era eu um garoto.

Foi o meu primeiro cão … com nome de cadela (sem saber inaugurei a aberrante igualdade de género tão apreciada e acarinhada na minha (deles) autarquia creio que com departamento e tudo). 

Um valente. Um herói. O Lassy.

Lutou contra o pastor alemão do padeiro Isaías na areia da muralha da praia quase junto ao cais.

Nunca entendi o porquê já que o outro tinha o triplo do corpo do Lassy. 

Coisas de cães e muitos deles são uns irresponsáveis.

Boa tarde.

30 novembro 2016

( 954 ) ESTE É UM GOVERNO [SOCIALISMO] QUE, QUANDO CAIR, ARRASTARÁ O PAÍS [PORTUGAL] CONSIGO.


"As sondagens favoráveis a António Costa, mesmo depois de provado que os seus planos eram ilusórios, provam que em Portugal quem tem o Estado tem tudo, e quem não tem o Estado, não tem nada."



"António Costa não pôs a economia a crescer, nem acabou com a austeridade, mas conseguiu outra coisa, que em Portugal é tudo para ter aplausos: instalar-se no Estado, sem prazo para de lá sair.

A maioria parlamentar está de pedra,

Bruxelas aprova-lhe os orçamentos, o BCE empresta-lhe dinheiro, 

Costa distribui esse dinheiro pelas suas clientelas, o presidente da república congratula-se, e os comentadores competem nos estúdios para ver quem louva mais alto a “habilidade” do primeiro-ministro. 

Sim, valeu a pena ir para o poder. 

Sim, valeu a pena pisar as tradições políticas do regime, de precedência do partido mais votado e de exclusão de comunistas e neo-comunistas.”



Boa noite.

29 novembro 2016

(953) SE NÃO O FIZERMOS A TEMPO SERÁ O NEGÓCIO DELES [SOCIALISMO]A ACABAR CONNOSCO [PORTUGAL].




ALDRABÕES !

Há aldrabices e aldrabices mas esta…os técnicos no entanto chamam a atenção para a existência de “muitos indecisos (21%), o que poderá prejudicar as estimativas”.
Uau ! 21 % de indecisos !

E quem garante que não estão nestes indecisos (fartos de idiotas?) a maioria absoluta à “direita “ e esmagar a geringonça?



(…) Pátria há muito, muito mesmo, que delegou na esquerda, quanto mais radical melhor, a insigne tarefa de funcionar como uma espécie de conselho deontológico da nação. 
E assim se Jerónimo não vê mal, se Catarina Martins acha que não temos razão para nos apoquentar, se Louçã considera aceitável e se a ala esquerda do PS aprova, só por perfídia, ignorância ou má fé se pode duvidar da bondade do facto em questão.
Caso esta espécie de reserva moral da Lusitânia não se indigne não há propriamente caso, não há grandoladas nem manifestações à porta. 

(…)Afinal um dia vamos ter de fazer as contas à normalidade. 
O que teremos pela frente quando este cenário cair ao chão? 
Não duvido que nos vai custar muito.
Que vamos ter anos e anos de discussão sobre os cortes cegos, os ataques, o retrocesso, os filhos da senhora cor-de-rosa que vão emigrar… 

(…)Eles estão do lado de Vasco Gonçalves e José Sócrates, homens que não podiam deixar o poder pois era o poder que os fazia existir, e não de Soares, Cavaco Silva, Durão Barroso ou Guterres

líderes para quem as derrotas e as vitórias se complementavam.

Boa noite.

28 novembro 2016

( 952 ) UM FILHO-DA-PUTA, COM BARBA OU SEM, MORTO OU VIVO, É UM FILHO- DA- PUTA. PONTO FINAL!

Discute-se de novo a questão de saber se o canalha filho-da-puta nasce ou se faz. Sei lá!


Na Sierra, Fidel Castro dera, em 1957, uma entrevista ao jornalista Herbert Mattehws, do New York Times, em que declarava:

“ O poder não me interessa. Depois da vitória, quero regressar à minha aldeia e retomar a minha profissão de “advogado”.

A 8 de Janeiro de 1959, Castro, Guevara e os barbudos fazem uma entrada triunfal em Havana.

Desde a tomada do poder, as prisões de Cabana, em Havana, e de Santa Clara foram teatro de execuções maciças (da depuração sumária a imprensa estrangeira da época dá conta de seiscentas vitimas entre os partidários de Baptista, em cinco meses.)

No livro em baixo as suas 878 páginas estão atafulhadas de canalhas para todas as crenças.


Contra o livro houve em França (1997) uma violenta campanha.

Em Portugal (1999) este livro (abafado pelo politicamente correcto) faz cada vez mais sentido para colmatar a ignorância de uns e a má-fé de outros.

 E bastaria as duplicidades e a atitude benevolente e paternalista da elite in (bacana, sem gravata e de barba) e dos media pelos ditadores “bons”.

O pcp, no governo em 2015, é um exemplo vivo desta duplicidade do comunismo face aos crimes do comunismo.

Desde 1921 o pcp não dedica mais do que duas ou três frases para mais de cem milhões de mortos de responsabilidade comunista, com “ vagas e gentis nuances “ sobre os “erros” e “desvios”.

O século XX foi um século cruel, com duas guerras mundiais e dois totalitarismos ferozes: o comunismo e o nazismo.




Boa tarde.








25 novembro 2016

(951) A GERINGONÇA A RIR POR TUDO E POR NADA NÃO LEMBRA AO CARECA.














A Geringonça ri. Goza. Desfruta. Da derrota eleitoral? Talvez!

Ri. Ri, desalmadamente. Ri à tripa- forra.

Até parece que Portugal ri como um perdido a rir-se o roto do nu a rir-se o sujo do mal lavado. Como é possível ser português?

Será que na ausência de vergonha a mediocridade esconde-se a rir de vergonha? Talvez!

O Professor Geringonça, um vencedor entre derrotados, nas suas diárias actuações também ri muito.

De tanto rir o Professor não liga à sesta e à noite também dorme (provavelmente a rir) as suas quatro horas à campeão – as mesmas do futuro Presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump. Bem-haja.

Já desconfiávamos que algo não batia certo (o comunismo do Nóvoa seria muito pior) e acabámos por votar à primeira no mal menor, imerso em afectos. De beijinhos. De chi-corações. Não apanhe doença contagiosa de tantas beijocas e abraços. Novas eleições não!

Mergulhado nos afectos o professor nada de costas e nada de peito.

“ Não há nada que os afectos não tenham a possibilidade de resolver.

AMOR, INSUCESSOS, INFIDELIDADES CONJUGAIS, RETORNO DO SER AMADO, DEPRESSÃO, NEGÓCIOS, JUSTIÇA, IMPOTÊNCIA SEXUAL, MAUS-OLHADOS, INVEJAS, DOENÇAS FÍSICAS E ESPIRITUAIS, INSÓNIAS, FILHOS PROBLEMÁTICOS, AZAR NO JOGO, VÍCIOS DE DROGAS, TABACO, EXAMES, CARTAS DE CONDUÇÃO, ALCOOLISMO. “






















Bom dia.

09 maio 2016

(950) seis meses depois: GERINGONÇALATRIA…














Boa tarde brother.