03 março 2010

( 651 ) ALBURRICA DESCONHECIDA.

Da imprevidência dos homens a natureza serve-se.
Alguém da autarquia , com manias de marialva e das pegas de touros acabou por provocar esta piscina de inverno, evoluindo para lamaçal na primavera e terra imunda no verão.



Neste local por altura das festas da Senhora do Rosário montavam aqui uma arena improvisada para pegas de garraios para frustrados toureiros.
Não nos esqueçamos das grandes aptidões da terra, fora de portas de outras gerações de barreirenses, a tourada era uma delas.
De tanto escavarem o terreno para facilitar a saída dos animais da camioneta de transporte, escava aqui alarga ali, provocaram um grande desnível em relação à estrada, propício à retenção das águas da chuva.
Quando a chuva é intensa é um prazer ver as nossas aves de Alburrica na sua higiene de inverno neste belíssimo tanque de água doce.
Quando as chuvas acabarem e aparecer de novo o tempo quente toda esta água desaparecerá. Enquanto não desaparece na sua totalidade ficará um lamaçal que os mosquitos estão a aguardar com ansiedade.
Esta Alburrica, um ícone do Barreiro, ao deus dará.






video

Boa noite.